Costa do Sol afastado da Liga dos Campeões

O Costa do Sol ficou, ontem, pelo caminho na batalha pela fase de grupos da Liga dos Campeões Africanos em futebol, ao perder 0-2 frente ao FC Platinum do Zimbabwe, em Harare, em jogo da segunda “mão” da pré-eliminatória.

Os “canarinhos” ficam pelo caminho com um agregado desfavorável de 1-4, isto depois da derrota em Maputo, na primeira “mão”, por 1-2. Em Harare, o Costa do Sol fez uma boa primeira parte, tendo começado com um ascendente, o que lhe permitiu perigar constantemente a baliza zimbabweana, tendo inclusive criado um lance digno de penalte, infelizmente ignorado pelo árbitro. Só que com o decurso da partida o Platinum foi ganhando terreno, equilibrou e foi para cima dos campeões nacionais que pelo menos conseguiram arrastar o nulo até ao intervalo. Vale salientar que no primeiro tempo os zimbabweanos jogaram muito com o cronómetro, com destaque para o guarda-redes que amiúde atirava-se ao relvado, alegadamente por estar lesionado.

Entretanto, veio a segunda parte, uma etapa de todo desastrosa para o Costa do Sol. Os jogadores começaram a apresentar quebra física, algo sintomático nos “canarinhos” a estas alturas devido ao vazio competitivo que se regista no futebol nacional por conta da prevenção da covid-19.

O Platinum, com jogadores bem rodados e fortes fisicamente, tirou partido da quebra física dos pupilos de Horácio Gonçalves e partiu para a vantagem a meio da segunda metade na sequência de um livre cobrado por William Stima. Esperava-se uma reacção do Costa do Sol, mas debalde. O jogo dos campeões nacionais foi-se deteriorando, com jogadores a denotarem, inclusive, défice no controlo de bolas e a perderem quase todas nas “divididas”. Isso fez com que fosse fácil para os zimbabweanos chegarem ao segundo golo já ao cair do pano, por Perfect Chikwende.

O Costa do Sol voltou a acusar problemas de concentração e de frescura física perante um oponente já experiente nestas andanças e que tem o respectivo campeonato em curso. Refira-se que no ano passado este mesmo Platinum eliminou a UD Songo nas eliminatórias de acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões.

Entretanto, o Costa do Sol vai continuar nas Afrotaças, mais concretamente na Taça da Confederação (CAF), onde irá disputar o “play-off” de acesso à fase de grupos.

Os “canarinhos”, refira-se, regressaram às Afrotaças dois anos depois. A última vez que estiveram nas competições foi em 2018, tendo sido eliminados pelos ruandeses de Rayon Sport no “play-off” de acesso à fase de grupos da Taça CAF. Antes disso, o Costa do Sol havia deixado pelo caminho o Galaxy do Botswana e o Cape Town City da África do Sul.

Quanto à Liga dos Campeões, a última vez que os “canarinhos” estiveram nas eliminatórias desta prova foi em 2008, sendo que a única participação na fase de grupos aconteceu em 2002.

Classifique este item
(0 votes)