HÓQUEI EM PATINS: Nicolau lamenta não ter acolhido competições internacionais

Nicolau Manjate, presidente da Federação Moçambicana de Patinagem (FMP), diz estar frustrado pelo facto de não ter acolhido em solo pátrio nenhuma competição internacional da modalidade. O seu mandato terminou em Setembro sem que tivesse realizado pelo menos um torneio africano. Ascendeu ao expoente máximo desta modalidade em 2012.

Num balanço de oito anos a frente desta modalidade, divididos em dois mandatos de 4 anos cada, Nicolau explica que se tal não aconteceu não foi por falta de capacidade organizacional, mas devido à ausência de infra-estruturas.

“Infelizmente, no hóquei temos enfrentado dificuldades por falta de espaço para provas. O Mundial precisava de outro tipo de instalações que o país não tem ainda. Em relação ao ‘Africano’ era só uma questão de se mobilizar mais meios, mas não conseguimos. Entre realizar o evento com muita gente a reclamar, e não organizar optámos por não realizar”, referiu.

Entretanto, a prática do hóquei em patins ainda não abrange o país. Neste momento, é praticado de forma permanente na cidade de Maputo. No entanto, existem algumas províncias que pretendem formalizar núcleos, nomeadamente, nas cidades da Beira e Tete. Leia mais...

Classifique este item
(0 votes)