Até sempre, mister Matine!

O país despediu-se ontem, sábado, de Augusto Matine, antigo jogador e treinador de futebol falecido na passada terça-feira, vítima de doença. O velório teve lugar na sede da Federação Moçambicana de Futebol (FMF), onde familiares, amigos e o Governo enalteceram a vida e obra do antigo médio internacional por Portugal, cujos restos mortais foram a enterrar no Cemitério de Lhanguene.

Nascido em Maputo, a 13 de Fevereiro de 1947, Augusto Matine transferiu-se do Clube Central de Lourenço Marques para o Sport Lisboa e Benfica, em 1967. Somou nove internacionalizações pela selecção portuguesa, entre 1970 e 1973.

Além de ter feito a sua carreira no Benfica, onde conquistou dois campeonatos e uma Taça de Portugal, representou o Vitória FC, Portimonense, Lusitano GC, Clube Desportivo das Aves, Estrela da Amadora e Torralta.

Em Portugal, foi dirigente do Estrela da Amadora, onde também orientou os escalões de formação. Regressou a Moçambique para orientar os “Mambas” e liderar o departamento técnico da FMF, tendo depois sido treinador principal do Ferroviário de Maputo e Desportivo de Maputo. Leia mais...

Fotos de Félix Matsinhe

Classifique este item
(0 votes)