“Sustenta” pode alavancar agricultura

A Federação Nacional das Associações Agrárias de Moçambique (FENAGRI) voltou a pulsar. O seu novo presidente, Teodósio Manjate, foi empossado na semana passada, diz não ter elementos precisos para afirmar que o “Sustenta” vai dar certo. Pior porque já viu muitos programas parecidos que não descolaram.

Teodósio Manjate é um homem com longa carreira no campo, a produzir arroz no regadio do Baixo Limpopo, e já não se emociona com os novos programas que são lançados para o sector. Afirma que os camponeses precisam de formação que de financiamento e rebate a ideia de que a agricultura é um sector de risco.

Com ele, debruçámo-nos sobre o tenebroso percurso que a FENAGRI levou desde que foi criada, as dificuldades financeiras que sempre marcaram o seu percurso e que prevalecem até hoje, a tão propalada mecanização agrícola, o financiamento, entre outros temas do quotidiano campesino.

Com 26 associações distribuídas por algumas províncias, o maior desafio é reestruturar a agremiação porque, apesar de estar oficializada, enfrenta dificuldades de funcionamento por falta de recursos financeiros e materiais. E depois tivemos dificuldades de funcionar institucionalmente.

A FENAGRI vive numa maré de dificuldades. Pode descrevê-las?

No começo tivemos algum apoio, mas quem nos deu o dinheiro queria que nos estabelecêssemos fisicamente, que capacitássemos as equipas de trabalho, mas nós entendíamos que devíamos estar preocupados com o grupo que estava no terreno e preferimos programar seminários regionais.

Para quê?

Para divulgar o objecto da FENAGRI, a missão e visão. Serviam para percebermos que trabalho essas associações realizavam no sector agrário, perceber as dificuldades que eventualmente tinham e dar-lhes a conhecer o que a federação se propunha a fazer. Também queríamos saber quantos membros cada associação tinha, quantos pagavam quotas, se tinham algum projecto, algum financiamento, entre outros.

Reuniram essa informação e depois? Leia mais...

Texto de Jorge Rungo

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Foto de Inácio Pereira

Classifique este item
(0 votes)
Última modificação: Sábado, 12 Setembro 2020 21:35
Script: