A União Desportiva do Songo, 52 pontos, enfrenta hoje o aflito Maxaquene, 27 pontos, em partida pontuável para a 25.ª jornada do “Moçambola”. É mais uma final para os “tricolores” na luta pela manutenção.

A turma da casa está embalada à conquista do seu primeiro título de campeão nacional e não tem vacilado, sobretudo em casa, enquanto os “tricolores” atravessam uma má fase e podem descer para os lugares de despromoção.

A partida será dirigida por Sérgio Rumbane, assistido por Gimo Patrício e Moreira Machava. Dino Inácio será o quarto árbitro.

O segundo classificado, Costa do Sol, 45 pontos e menos um jogo, bate-se no seu relvado sintético com o ENH de Vilankulo, 31 pontos, à procura de pontos para rapidamente garantir a sua permanência.

A vitória sobre o Maxaquene jornada anterior por dois a zero ressuscitou a ambição “canarinha” de atacar o título e terá hoje um adversário à altura para confirmar se existe poderio suficiente ou não para manter a pressão sobre o Songo.

Leia mais...