O Seleccionador Nacional de Futebol, João Chissano, anunciou sexta-feira passada a lista dos jogadores pré-convocados para a dupla que encerra as eliminatórias de qualificação à fase final do Campeonato Africano de Nações de 2015, contra a Zâmbia e o Níger, respectivamente nos dias 15 e 19 de Novembro corrente.

Na convocatória, destaque para o regresso de Diogo e às chamadas do médio Andro, do Ferroviário de Maputo, e de Germano, guarda-redes do Ferroviário de Nampula, que entra para a vaga do “keeper” da Liga Desportiva, Milagre.

Também não foram chamados os avançados Clésio, Hélder Pelembe e Mário Sinamunda. Pelembe e Mário estão lesionados.

A partida frente a Zâmbia terá lugar no Estádio Nacional do Zimpeto, conforme decisão da direcção da FMF após consulta à equipa técnica e jogadores.

Em caso de vitória sobre os zambianos, Moçambique carimba praticamente o apuramento ao CAN. A FMF decidiu atribuir um prémio de qualificação de 100 mil meticais para cada jogador, enquanto a vitória vale 40 mil, o que significa que no final do encontro cada atleta pode receber 140 mil meticais.

À entrada para a quinta jornada, as selecções nacionais de Moçambique e Zâmbia estão empatadas no segundo lugar, com cinco pontos. Cabo Verde lidera o Grupo, com nove pontos, enquanto o Níger é último, com dois pontos.

Eis a lista dos 23 pré-convocados:
Guarda-redes: Ricardo Campos, Germano e Soarito; Defesas: Dário Khan, Dito, Chico, Miro, Zainadine Júnior e Mexer;
Médios: Momed Hagy, Diogo, Andro, Cremildo, Simão Mathe, Reinildo, Josimar e Kito
Avançados: Maninho, Isac Carvalho, Jojó, Sonito, Reginaldo e Dominguez.
Estrela renova com Chaquir

O Estrela Vermelha de Maputo mantém Chaquir Bomat no comando técnico da equipa principal de futebol, que esta época voltou a não conseguir qualificar-se para o “Moçambola”.

A continuidade de Chaquir como treinador principal dos “alaranjados” foi garantida ontem num encontro havido no clube de que participaram elementos de direcção e representantes de sócios. Desse modo, o treinador deverá de imediato iniciar com o trabalho de prospecção de jogadores que possam dar maior dinâmica à equipa em 2015. 

Quanto aos adjuntos, nada foi adiantado ao domingo, mas caberá ao próprio Chaquir definir a equipa técnica.

Hoje temos campeão

Não passa de hoje a decisão do título de campeão nacional de futebol 2014. No final dos desafios Liga Desportiva – Ferroviário de Pemba e HCB – Ferroviário de Maputo, a festa será dos “muçulmanos” ou “locomotivas” do norte.

A Liga Desportiva entra em campo com a escassa vantagem de um ponto, tendo do seu lado a vantagem de enfrentar um dos piores emblemas da prova, Ferroviário de Pemba, já despromovido. Por isso, só um desastre pode retirar o título à equipa anfitriã. A partida está agendada para o campo da Liga, na Matola.

Outro jogo das contas do título está agendado para o Songo, com a turma da casa a receber o segundo classificado, Ferroviário de Nampula. O próprio treinador dos “locomotivas”, Rogério Goncalves, já considera sua equipa campeã, como que antevendo uma vitória da Liga Desportiva, mesmo ganhando seu jogo.

No Estádio da Machava, Maxaquene recebe o despromovido Têxtil de Púnguè, num desafio que o mais importante é mesmo a despedida das duas equipas do campeonato.

Cenário semelhante no desafio entre os Ferroviários de Quelimane e Maputo, cujo objectivo foi finalmente alcançado. Mais um ou menos um ponto não faz muita diferença à prestação global dos dois conjuntos.

Ferroviário da Beira e Clube do Chibuto despedem-se num confronto que os “locomotivas” vão descansar as suas principais estrelas tendo em vista a partida de próximo domingo referente a final da Taça de Moçambique.