Print this page

Elevadores que valem tantos algarismos...

Fevereiro 20, 2021 1098

Costuma-se dizer que o bom malandro é que tem planos e não os conta para ninguém. É que nessa de gerir a inveja alheia é preciso acautelar que a sardinha não passe de forma alguma para a brasa de outrem. Bula-bula, que é esperto, já sabe que ninguém consegue estragar os planos do outro, quando não tem conhecimento da sua existência.

Mas, uma vez que os tracejados da vida não são rectos, vezes há que ser bom malandro obriga a revelar planos previamente traçados a dedo. Isto inclui sobretudo os grandiosos, feitos ao estilo de um megalomaníaco; qualquer coisa que envolve números, em que se vê algarismos estendidos em largos e longos espaços das folhas do papel.

Obviamente, nestes casos, Bula- -bula, que gosta de apreciar coisas, fica pasmado e de olhos arregalados, sobretudo quando está em causa o custo de um objecto, que aos seus olhos e dos outros não vale tamanho número. Vale lembrar que não cabe aqui a velha metáfora dos pequenos frascos que depositam refinadíssimas fragrâncias. O facto é que comparações têm limites e exigem, ao mesmo tempo, respeito pelo raciocínio alheio.

Classifique este item
(0 votes)