CCMI investe 70 milhões de dólares na agricultura

A Câmara de Comércio de Moçambique (CCM), através da Câmara de Comércio de Moçambique e Investimentos (CCMI), vai investir cerca de 70 milhões de dólares para a produção de feijões, alho, soja e milho, a partir de Março de 2021, no regadio do Baixo Limpopo, Gaza.

Segundo o presidente do Conselho de Administração da CCMI, braço financeiro da CCM, Arlindo Duarte, a produção será mecanizada e os campos serão monitorados por drones. A iniciativa resulta de fundos privados em parceria com a Advisory Service Mozambique Limitada (AMSCO).

Trata-se de uma iniciativa que poderá abranger directamente mais de nove mil agricultores que, além de melhorar a sua técnica de produção, terão facilidades de colocar as colheitas no mercado a preços justos.

De igual modo, os abrangidos estarão inscritos no Instituto Nacional de Segurança Social (INSS).

“O papel dos pequenos agricultores é apenas de produzir. Nós, como empresa, garantimos a colocação no mercado. É um projecto integrado. Com mercado”, disse.

Actualmente, um dos problemas que afligem os produtores é que muitas vezes são obrigados a vender os seus produtos a preços que não compensam os custos de produção. Leia mais...

Texto de Angelina Mahumane

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Fotos de Jaime Machel

Classifique este item
(0 votes)