Forjam-se grandes vocalistas nos coros ‒ afirmam coristas moçambicanos

Emprestam as suas vozes para espectáculos e gravação de música. O objectivo é dar suporte aos vocalistas criando harmonia nas canções e, assim, embelezar as melodias e os cânticos. Se lhes chamarmos de “backing vocals” pode ser complicado reconhecer-lhes, por isso tratamo-los por coristas.

Onésia Muholove, Vequina Manuel e Eugénio Somprano são todos coristas moçambicanos que nos contam os desafios existentes na área e explicam quão fundamental é a consciência da extensão e registo vocal, além do conhecimento musical para que se possa usar a técnica certa para cada arranjo.

“Ser corista enriquece bastante aos músicos. É só lembrar, aliás, que muitos dos grandes músicos nacionais e internacionais forjaram-se nos coros. Todavia, a melodia principal deve sempre estar em primeiro plano e o corista não deve ultrapassar a voz principal”, ‒ afirmam coristas moçambicanos apontam. Leia mais...

Texto de Maria de lurdes Cossa

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Classifique este item
(0 votes)
Script: