Autores, críticos literários, intelectuais, jornalistas e várias outras gentes da vida pública nacional, e não só, participaram, quinta-feira, da inauguração da Minerva&Continental. Condimentado por vários elementos modernos, o lugar mantém-se, porém, tradicional.

Resultante da junção da centenária livraria Minerva e o Café Continental, Minerva&Continental brinda o público com livros, material informático, aparelhagem e gastronomia. Um conceito novo à realidade moçambicana e que confere um novo estatuto à “cidade das acácias”.

 

“A Amarrada Chuva de Kamutxukhêti”, Teodoro Waty, “Capitães de Areia”, Jorge Amado, “A Rainha Ginga”, José Eduardo Agualusa, “O Retrato de Dorian Gray”, Oscar Wilde, “E se Obama Fosse Africano”, Mia Couto, são algumas das obras que se podem comprar neste espaço, que actualmente oferece mais de 10 mil livros, contrariando os quatro mil de que a Minerva Central dispunha.  Leia mais...

Texto de Maria de lurdes Cossa 

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.


Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 61,72 62,95
ZAR 4,18 4,26
EUR 68,69 70,06

18.10.201Banco de Moçambique

Quem está Online?

Temos 334 visitante(s) ligado(s) ao Jornal