A frase “Procure a sabedoria e aprenda a escrever os capítulos mais importantes da sua história nos momentos mais difíceis da sua vida”, de Augusto Cury, faz todo sentido quando o assunto é a Companhia Nacional de Canto e Dança (CNCD) e a celebração do seu quadragésimo aniversário que, curiosamente, é assinalado num momento de menor fulgor.

Ontem, na senda dos festejos dos 40 anos da fundação da companhia (oficialmente o mês é Agosto), foi exibida a “rapsódia” “Nyoxani” (alegrem-se, em tradução livre) que buscou no alforge criativo dos coreógrafos e bailarinos da trupe alguns “pedaços” do que se foi produzindo ao longo dos tempos.

Celebrada pelo mundo fora, a CNCD foi criada em 1979, integrando elementos provenientes das FPLM, Brigada de Guarda de Honra, finalistas do curso de Dança do Centro de Estudos Culturais, das organizações de diversas origens e de várias empresas, “recuperando” as experiências do grupo cultural criado ainda durante a Luta de Libertação Nacional. Integrou ainda membros do grupo da Direcção Nacional da Cultura (DNC), criado em 1976, para as celebrações do Primeiro Aniversário da Independência Nacional. Leia mais...

Texto de Belmiro Adamugy

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.


Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 61,72 62,95
ZAR 4,18 4,26
EUR 68,69 70,06

18.10.201Banco de Moçambique

Quem está Online?

Temos 669 visitante(s) ligado(s) ao Jornal

+ lidas