Na tarde da última sexta- -feira, depois de tanto ligar pelo celular sem sucesso, decidimos escalar a casa/atelier do artista Noel Langa, agora com a designação de Centro Cultural Arco Íris, localizada no bairro Indígena. O motivo da visita era apenas um: abraçá-lo e saudá-lo pelo assinalar dos 81 anos de vida, dos quais tantos incontáveis têm sido dedicados às artes e cultura.

À entrada da casa, na varanda frontal, uma tela e pincéis nos davam as boas vindas. E, como de costume, lá estava o decano das artes, o octogenário mais bem disposto que conhecemos, cuja memória nos remete a um elefante. Recebeu-nos e, sem delongas, disse: “Jamisse, vá à geleira e tire uma bebida para brindarmos”. Fui e de lá tirei algo gelado que pudesse fazer o brinde. Ele bebia um vinho tinto escrito Paz – Touriga Nacional (tanto quanto sei, a Touriga é feita de uvas consideradas por muitos enólogos de nobre uva portuguesa). Fizemos o brinde e pusemos a conversa em dia.

Da conversa retive as seguintes palavras: “Aos 81 anos vivo a paz e a tranquilidade. Não faço o que vejo, mas sim aquilo que sinto. E dois sentimentos me têm conduzido ao longo dos tempos. Leia mais...

 

Texto de Frederico Jamisse

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.


Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 61,72 62,95
ZAR 4,18 4,26
EUR 68,69 70,06

18.10.201Banco de Moçambique

Quem está Online?

Temos 459 visitante(s) ligado(s) ao Jornal

+ lidas