A poetisa, rapper e activista moçambicana Énia Lipanga participa de 17 a 30 de Julho de 2019 na 6.ª edição do Festival Internacional “Memória Viva”. O evento, a decorrer na Espanha, cidade de Burgos, tem como objectivo fortalecer os fazedores culturais que, através das artes, influenciam na educação da sociedade. 

“Memória Viva” é considerado um dos principais festivais artístico-culturais da Espanha que reúne mais de 250 artistas que actuam nas áreas de canto, dança, música, teatro e activismo social.

Durante o festival, os artistas realizam palestras e concertos artístico-culturais que buscam recuperar memórias vivas e despertar a consciência social nas diversas sociedades.
Este ano, o festival conta com a participação de representantes de mais de 50 países. Do continente africano estarão presentes artistas da África do Sul, Senegal, Marrocos, sendo que Moçambique será representado por Énia – que vai partilhar as suas experiências e práticas na luta pela defesa e promoção dos direitos humanos da mulher.
Estou emocionada porque fui escolhida para ter esta oportunidade. É um momento marcante para mim porque é a primeira voz que um artista moçambicano participa naquele festival”, afirma Énia.

Questionada sobre o que irá apresentar no festival, a poetisa responde: “Vou apresentar um vídeo que retrata a minha vida como rapper, pois pertenço a um grupo chamado Revolução Feminina. Levarei também a Oficina de Turbante, literatura moçambicana, onde declamarei textos de Pedro Pereira Lopes, Noémia de Sousa e José Craveirinha”.

 

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 63,6 64,83
ZAR 4,56 4,65
EUR 71,57 72,96

11.04.201Banco de Moçambique

Quem está Online?

Temos 416 visitante(s) ligado(s) ao Jornal