O filme “Resgate: quando o passado bate a porta”, será exibido nas salas de cinema moçambicano pela primeira vez a 18 de Julho do ano em curso, nas cidades de Maputo e Matola, durante duas semanas. Da produtora Mahla Filmes, vai também passar nas salas da província de Tete.

São 100 minutos de uma longa-metragem produzida totalmente com fundos moçambicanos. “Resgate” foi rodado nas cidades de Maputo, Matola, distrito de Marracuene e no posto administrativo de Changalane, no distrito de Namaacha, província de Maputo.

As gravações, que duraram 40 dias, foram divididas em duas fases. Na primeira foram necessários 30 dias sem interrupção. Trabalhado este conteúdo, os restantes dias foram suficientes para refazer alguns “Takes” e concluir as gravações.

“Resgate” é da autoria de Mickey Fonseca, roteirista, director e co-produtor e Pipas Forjaz, director de fotografia, editor e co-produtor.

A longa-metragem produzida por fundos moçambicanos, foi produzido e vai ao público sem ter tido algum financiamento externo.

O elenco, composto por 40 profissionais, desde actores, realizadores, técnicos de filmagem e som, era de moçambicanos. Apenas convidou-se um sul-africano, director de luz e uma norte-americana, assistente de filmagem para darem outro perfume à longa-metragem.

Texto de Pretilério Matsinhe
pretiléThis email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 63,6 64,83
ZAR 4,56 4,65
EUR 71,57 72,96

11.04.201Banco de Moçambique

Quem está Online?

Temos 344 visitante(s) ligado(s) ao Jornal