Dezenas de actores de vários grupos teatrais dos distritos de Mocuba, Lugela (Zambézia) e Manhiça, Namaacha e Marracuene (Maputo) beneficiaram de treinamento em matérias ligadas à ocupação de espaços públicos para transformação política.

Orientadas pelos membros do Centro de Teatro do Oprimido - Maputo (CTO), as oficinas visavam dotar os jovens e mulheres de ferramentas apropriadas para a promoção de debates em espaços públicos a exemplo dos conselhos consultivos distritais de escolas, de saúde e de água.

A segunda fase do projecto –financiado pela Action Aid –irá abranger as províncias de Inhambane e Cabo Delgado, tendo como mote os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável, Trabalho Digno e Crescimento Económico.

A formação é baseada nas leis nacionais e protocolos internacionais como a Carta Africana para a Democracia, Eleições e Governaçao ou a Carta Africana da Juventude.

Os jovens formandos irão posteriormente, em função da realidade concreta local, produzir peças teatrais que serão exibidas nas escolas, mercados e outros locais de grande concentração populacional.

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 61,72 62,95
ZAR 4,18 4,26
EUR 68,69 70,06

18.10.201Banco de Moçambique

Quem está Online?

Temos 262 visitante(s) ligado(s) ao Jornal