A música e a sociedade sempre estiveram ligados. A música revela e cria condições sociais, incluindo factores que facilitam ou impedem mudançassociais. O próprio desenvolvimento económico influencia grandementea maneira como as pessoas consomem a música.É um instrumentopoderosomesmo no quesito individual porque pode induzir as pessoas à estímulos variados, quer no plano emocionaloucomportamental. Os efeitos da música e as particularidades individuais fazem com que seja impossível prever os efeitos que uma música pode causar em uma pessoa.

Ela, a música,se tornou uma parte fundamental dasnossas vidas. O Festival Azgo, como que respondendo a esse apelo, acabou se transformando num dosmais conceituadosfestivaisinternacionaisde artes em Moçambique. Reunindo num programa diversificado  de música de qualidade, cinema e dança para a cidade de Maputo. Azgo é uma celebração contemporânea de artes e cultura, com um forte enfoque em artistas de Moçambique e de todo o continente africano.

Azgo serve como uma plataforma para artistas emergentes e aclamados para colaborar e conhecer um novo público. O nome "Azgo" é uma gíria antiga de Maputo para dizer "vamos"; “vamos”revisitar as nossas culturas e património, "vamos" promover a diversidade cultural, “vamos "promover as artes e a cultura, Let's Go …

AZGO é uma iniciativa que visa criar uma plataforma para artistas nacionais e internacionais, promover o intercâmbio e a troca de experiências entre os diferentes artistas assim como através da exposição das artes e cultura Moçambicana colocar o país na rota dos festivais de África e do mundo

Na sua 9ª edição, o Festival Azgo terá lugar em Maputo nos dias 16 - 19 de Maio,com uma vasta programação que envolve artistas nacionais e estrangeiros, numa mescla que coloca nos píncaros a questão da Cidadania participativa sem olvidar as crianças e a necessária diversão.

Debates (Azgo Dialogar), Azgozito (para as crianças) e música completam o quadro de uma iniciativa lançada há nove anos pela Khuzula Produções, tendo à cabeça Paulo Chibanga. Tem sido assim anualmente. Já há nove anos que a Khuzula faz dacidade de Maputo uma verdadeira capital da diversidade artística e cultural, cruzando música, artes plásticas, gastronomia(Xikafu), diálogos, encontros, convergência e muitas experiências que tornam a “cidade das acácias” mais energética e própria, agregando valor a todas as facetas do evento.

Texto de Belmiro Adamugy

belmiro This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 63,6 64,83
ZAR 4,56 4,65
EUR 71,57 72,96

11.04.201Banco de Moçambique

Quem está Online?

Temos 234 visitante(s) ligado(s) ao Jornal