Print this page

EDITORIAL: Desafios para vencer

Janeiro 16, 2021 1073

Arrancou ontem o Moçambola edição 2021. Para os amantes do chamado desporto-rei a emoção corre a rodos uma vez que mesmo não podendo marcar presença nos recintos de jogos, vão acompanhar as partidas através da rádio e televisão.

Se o desafio dos futebolistas é conquistar pontos para os respectivos emblemas, para as direcções dos clubes é criar todas as condições sanitárias para que ao longo da competição não ecloda um tsunami de novas infecções causadas pelo SARS CoV-2.

Semana finda, a Federação Moçambicana de Futebol (FMF) e o Ministério da Saúde (MISAU) definiram um protocolo sanitário a implementar durante os jogos do Moçambola, o que é de louvar, independentemente da alternativa que for escolhida para a sua materialização, uma vez que há duas possibilidades em cima da mesa, nomeadamente a de realizar testes aos atletas e todos os envolvidos no jogo antes de cada partida oficial, ou testagem apenas dos atletas com sintomas ou aqueles que no processo de medição de temperatura os termómetros apontarem para números invulgares. O mesmo se aplicaria a árbitros, delegados, técnicos de apoio e jornalistas. Leia mais...

Classifique este item
(0 votes)