PARA O SECTOR DE ENERGIA: EUA disponibiliza 200 milhões de dólares

O Conselho de Administração da Corporação Financeira dos Estados Unidos da América (EUA) para o Desenvolvimento Internacional (DFC), sigla em inglês, aprovou um empréstimo de cerca de 200 milhões de dólares para financiar a Central Térmica de Temane, no distrito de Inhassoro, no Norte da província de Inhambane.

Com essa verba pretende-se financiar o desenvolvimento, construção e exploração de uma central eléctrica de 420 MegaWatts (MW) e uma linha de interligação de 25 quilómetros que irá diversificar o abastecimento da energia eléctrica no país e reduzir o custo da electricidade.

Com a materialização deste projecto, o país poderá ultrapassar os actuais 33 por cento da população com acesso à energia eléctrica e alcançar o seu objectivo de garantir o acesso universal à energia até 2030.

Num outro âmbito, o executivo americano compromete-se a fornecer até ao valor de 1,5 bilião de dólares em seguros de risco político para apoiar a comercialização de reservas de gás natural na Área-4 da Bacia do Rovuma, em Cabo Delgado.

“Estes projectos terão um impacto significativo no desenvolvimento do país, pois melhorarão a vida e criarão oportunidades para que se possa construir um futuro mais próspero para os moçambicanos”, disse o embaixador dos EUA, Dennis Hearne.

Referiu ainda que este projecto de energia dará um impulso significativo ao crescimento do PIB em Moçambique à medida que o país se tornar o principal exportador mundial de gás. (Fim)

Classifique este item
(0 votes)
Última modificação: Sábado, 12 Setembro 2020 21:21