EM CABO DELGADO: Terroristas estão a perder terreno - Amade Miquidade, ministro do Interior, em entrevista exclusiva ao domingo

Terroristas em Cabo Delgado operam a partir de um circuito logístico encaixado no litoral da província que funciona simultaneamente como ponto de reabastecimento de pequenas embarcações e ponto de escape quando acossados pelas Forças de Defesa e Segurança (FDS).

Em entrevista exclusiva ao domingo, o ministro do Interior, Amade Miquidade, revela a complexidade dos ataques terroristas e aponta a necessidade de desdobramento e mais esforço das Forças de Defesa e Segurança (FDS).

O governante declara que os terroristas estão claramente a perder terreno. Contudo, ressalva que têm protagonizado ataques de retaliação, tendo como alvo várias aldeias e aglomerados populacionais, em alguns distritos a Norte de Cabo Delgado, resultando em mortes e destruição de infra-estruturas.

domingo questionou o ministro sobre eventuais locais por onde se movimenta o inimigo, tendo respondido que a província de Cabo Delgado é caracterizada por uma vegetação robusta, que dificulta o movimento do Exército regular.

“Os terroristas usam o litoral com recurso às embarcações para penetrar no país e fazer o transporte da sua logística. Também usam o mar para se retirarem quando são repelidos ou acossados pelas FDS. Ademais, eles circulam durante a noite pela costa, do que no interior, porque sabem que a qualquer momento vão se confrontar com as nossas forças”, analisa.

TERRORISTAS ESTÃO A TER BAIXAS

Leia mais...

Texto de Domingos Nhaúle

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Classifique este item
(0 votes)
Script: