Operadores turísticos tentam salvar mão-de-obra

Uma das principais implicações do novo coronavírus é a restrição de movimentação de pessoas de um país para outro. Como resultado, em Moçambique, o sector do Turismo já se ressente dos efeitos desta limitação, com cerca de 60 por cento das estâncias turísticas praticamente fechadas.

O encerramento, ainda que temporário, dos estabelecimentos turísticos resulta da redução bastante acentuada de reservas que já tinham sido feitas nas estâncias turísticas nacionais, principalmente para a presente época de Páscoa.

O presidente da Federação Moçambicana do Turismo (FEMOTUR), José da Cunha, diz que os operadores turísticos estão a seguir as instruções do Ministério da Saúde e do Governo, de modo a manter os trabalhadores e os utentes salvos desta pandemia. Leia mais...

Texto de Angelina Mahumane

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Classifique este item
(0 votes)
Última modificação: Sábado, 04 Abril 2020 19:56