Gonçalo Mabunda: o artista do metal

Espingardas, botijas e... uma infinidade de quinquilharias no chão é o cenário da galeria de Gonçalo Mabunda, um ícone das artes plásticas em Moçambique que se iniciou com tintas, mas o destino empurrou-o aos metais, pelo que diz: “a minha vida é um metal”.

Gonçalo recebe-nos com a mesma cordialidade que denotava ao telefone quando lhe solicitámos um dedo de conversa. Veste uma camisete verde abacate, calções jeans e uns chinelos pretos. Os óculos escuros concluem o look.

Sentamo-nos junto à entrada do atelier. É o único lugar onde o sol não incide. Um dos assistentes do artista nos oferece água e, logo de seguida, começamos uma conversa descontraída, marcada por muitas gargalhadas, como se já nos conhecêssemos.

Entre várias obras na entrada do atelier, uma, no entanto, prende a nossa atenção. É Jesus Cristo! Está pendurado na Cruz de Orvalho,  feito com base em armas, munições e correntes! Leia mais...

Classifique este item
(0 votes)
Última modificação: Segunda, 27 Janeiro 2020 07:44