Uma vez mais o povo ficou com as orelhas a arderem. Escândalo, disseram uns. Abuso, clamaram outros. Não há direito, bramiram mais além. Sinceramente quem vai entender o povo? É dificil…

As repartições públicas, pela sua natureza, devem ser lugares aprazíveis, aonde o cidadão ‒ quase sempre aflito e em contra-relógio ‒ recorre, regra geral, porque tem preocupações que só ali podem ser resolvidas.