Encontra-se detido desde sexta- -feira, na 5.ª Esquadra da Polícia da República de Moçambique (PRM), cidade da Beira, António da Costa Saíde, de 42 anos de idade, que supostamente se fazia passar por inspector de trabalho na província de Sofala.

Na altura da sua detenção, o indiciado acabava de burlar 11 mil Meticais a comerciantes chineses proprietários de dois estabelecimentos comerciais, no bairro de Maquinino.

O porta-voz da PRM em Sofala, Daniel Macuácua, disse que a detenção foi na sequência de informações que chegaram à corporação, a partir do trabalho coordenado com a Direcção Provincial de Trabalho, Emprego e Segurança Social.  Leia mais...