Introduzido em Abril deste ano, o Fundo Rotativo de Comercialização Agrícola (FRC) está a oferecer uma nova dinâmica à comercialização agrícola, que já permitiu a aquisição de cerca de 90 mil toneladas de produtos agrícolas diversos que estão a ser colocados em diversos mercados nacionais e internacionais.

Segundo o director geral do Instituto de Cereais de Moçambique (ICM), Mohamed Valá, o Governo moçambicano criou o FRC para espevitar o poder de compra dos camponeses e comerciantes e, desta forma, fortalecer a demanda, ajudar a reduzir as perdas pós-colheita e motivar a produção nas campanhas seguintes.

O fundo foi criado para fazer face à falta de recursos financeiros para a compra de toda a produção que se encontrava na posse dos camponeses ao fim de cada campanha agrícola. Para tal, foram disponibilizados 90 milhões de Meticais que estão a ser geridos pelo Gapi em parceria com o Governo através do ICM.  Leia mais...

Texto de Idnórcio Muchanga

idnóThis email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.