O GOVERNO ugandês ameaça retirar as suas tropas de três missões de paz em África em retaliação a um relatório das Nações Unidas. O documento sugere que o país estaria a apoiar rebeldes congoleses que actuam no leste da RDCongo. 

Os militares deixarão de actuar em operações militares na Somália, na RDCongo e na República Centro Africana. O Governo de Uganda classificou o relatório - que foi divulgado a partir de um vazamento de informações - de "malicioso". Segundo informações, a retirada terá sérias consequências para as missões de paz.