Nascia 18 de Abril de 1962, na cidade da Beira”, diz Jorge Mamad, músico cuja carreira despontou quando ele tinha doze anos. “Comecei a tocar comamigos em Marromeu e, depois, com um grupinhopassámos a tocar em bailes. Também toquei com ogrupo Os Zambeze”, revela.

De Marromeu, partiu para Beira, em 1983, e juntou-se ao grupo “Terceiro Mundo”. “Nesse grupo estavam o falecidoDavid Mazembe, Djalma Lourenço e outros. Andávamospelos distritos a tocar. Em 1985, juntei-me ao falecidoCarlos Beirão no conjunto Eles. Depois fomos para Chimoioformar uma banda chamada Os cinco, com o falecido AbiboAbdula”.

Em busca de novas aventuras, Jorge Mamad forma com outros músicos o Agrupamento Privativo de Chiveve.“Éa banda que mais tarde se chamou Rastilhos, que durantemuitos anos tocou acompanhando a maior parte dos artistasque nasceram no período de 1989/90. Tocámos duranteonze anos. Gravámos alguns temas na rádio. Viajámos pelopaís e pelo mundo”.

Anos mais tarde, Jorge Mamad fez parte dos artistas que criaram a Companhia de Canto e Dança, na Casa da Cultura da Beira, com a qual fizeram digressões pelo país e pela Europa.

Texto de Frederico Jamisse

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.
Pub

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 59,96 61,15
ZAR 4,17 4,25
EUR 68,7 70,06

19.10.201Banco de Moçambique