MUTHIYANA DE FIBRA: A minha família reconhece “sou uma mamã capaz!”

Nome: Zilda Zandamela

Idade: 52 anos

Residência: Magoanine

Naturalidade: Maputo

Ocupação: Secretária-executiva

Conquistas: Defendeu o seu trabalho de fim de curso de Biblioteconomia e Documentação aos 52 anos. Formou-se ao nível superior, fundamentalmente, para aumentar o conhecimento em diferentes áreas, um privilégio que, conforme destacou, “ninguém nos tira!”

O seu percurso académico começou na actual Escola Primária 25 de Junho, onde estudou até à 4.ª classe. Seguiu-se o ensino secundário, na Escola Secundária de Lhanguene, onde fez a 6.ª e 7.ª classes. As classes subsequentes foram feitas na Francisco Manyanga, em 1988. E porque na altura havia necessidade de alocar quadros saídos dos estabelecimentos de ensino em diferentes instituições, seguindo a política do Estado de então,“fui enquadrada no Ministério da Informação, em 1989. Daqui mandaram-me para a Sociedade do Notícias, para trabalhar como jornalista no semanário domingo. Mas só permaneci por um ano na redacção deste jornal. Tive de abandonar o ramo por motivos de saúde problemas de vista – que levaram à minha transferência para a secção de fotografia, onde fiquei por 4 anos, no arquivo de negativos. Mais tarde, passei para o jornal desafio, como secretária-executiva, um ofício para o qual me formei somente em 2011”. Mas foi em 2014, ao ser admitida para a Escola Superior de Jornalismo, aos 48 anos, que Zilda Zandamela sentiu que, afinal, tinha elevadas capacidades. A alegria foi total. A sua família redobrou o orgulho que já sentia de si. O reconhecimento veio à mesma medida. “Eles disseram: sim, senhora! Já sabíamos que serias aprovada para a universidade, és uma mamã capaz”.

Sonhos: Transmitir às outras pessoas o que venho aprendendo, e, lá para altura da reforma, lidar com a terra, praticando a agricultura.

 

Pub