Texto de Abibo Selemane

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Seis clubes que disputam o “Moçambola” já mudaram de treinador, disputadas que foram dez jornadas da competição. Cinco foram demitidos, alegadamente, por maus resultados. São eles: Chiquinho Conde (UD Songo), Sérgio Faife (Desportivo de Nacala), Rogério Balate “Zulu” (Ferroviário de Nacala), Danito Nhampossa (Sporting de Nampula) e Fabio Costas (Costa do Sol). Há ainda a assinalar a saída de Victor Matine da UP de Manica, para abraçar o projecto dos “Mambinhas” Sub-20.

O despedimento dos treinadores não é um caso novo no desporto nacional. Nos últimos tempos, a tendência é de aumentar o número de vítimas. Facto curioso é que a maior parte das chicotadas acontece nas primeiras jornadas, quando a equipa técnica ainda acredita que pode conseguir atingir os objectivos que foram impostos pela direcção do clube.

Por exemplo, o Costa do Sol despediu a equipa técnica depois de serem disputadas sete jornadas, o Ferroviário de Nacala oito jornadas e o Desportivo, também de Nacala, dez jornadas. O caso mais recente e que surpreendeu quase todos os amantes de futebol é o da União Desportiva do Songo. A equipa técnica foi despedida há dias e já orientou nove jogos do “Moçambola”, mais outros continentais.

O fenómeno preocupa os desportistas. Preocupa ainda porque não há tribunal desportivo que podia ajudar a julgar este tipo de problemas.

A Reportagem do domingo ouviu alguns desportistas nacionais, entre treinadores e dirigentes desportivos.

Todos são unânimes em afirmar que a medida não é causada por maus resultados, e enumeram as possíveis razões.

 

Alguns entendem que, por um lado, deve-se à pressão que os dirigentes das equipas sofrem dos adeptos, por outro, é resultado da falta de planificação e profissionalismo dos membros da direcção dos próprios clubes.

Leia mais...

Pub

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 59,96 61,15
ZAR 4,17 4,25
EUR 68,7 70,06

19.10.201Banco de Moçambique

Quem está Online?

Temos 166 visitante(s) ligado(s) ao Jornal