DICAS DA VOVÓ: Quando o marido é desempregado

Primeiro, é preciso entender que vivemos em tempos difíceis. Temos, nas cidades, situações em que num lar o homem está desempregado e a mulher é única a custear as despesas da casa. Tradicionalmente isto é pesado, mas acontece…

Assim sendo,defende Vovó Bete em conversa com o jornal domingo, a mulher assume o comando, no entanto, sem humilhar o marido. É que não deve se esquecer que marido é marido. É preciso respeitá-lo como tal e nunca desprezá-lo ou humilhá-lo.

Entretanto, para esta anciã, o chefe de família desempregado deve despir-se do preconceito e ajudar nas tarefas domésticas:varrer o quintal; deixar tudo preparado - água acarretada, ingredientes para preparar a refeição, de modo que a mulher, ao voltar do trabalho, apenas cozinhe. Para além disto, deve lavar a sua própria roupa e da esposa. Sim, quando há amor, ele lava a roupa da companheira. Mas não tem que fazer por obrigação, sanciona.

Quando entra o salário, orienta a vovó, para além de custear as contas da casa, a mulher deve tirar algum (dinheiro) para fazer um agrado ao marido. Eu, por exemplo, estou mais ou menos nesta situação. Quando consigo algum dinheiro, dou ao meu marido para comprar cigarros e umas cervejinhas.

Foto de Jaime Machel

 

 

Pub