PUBG, ou PlayerUnknown’s Battlegrounds, é um fenómeno de popularidade em todo o mundo. O jogo multiplayer chegou à Índia há relativamente pouco tempo, mas algumas denúncias de situações insólitas levaram as autoridades de várias cidades a proibir o jogo. Em poucos meses, PUBG conseguiu liderar os tops no Android e o jogo começou a entrar no imaginário público. Bollywood aliou-se, e produziu um filme de cariz militar com uma cena que mostra um actor a jogar PUBG.

Em Janeiro deste ano, activistas começaram a pedir a proibição do título, alegando que o jogo promove violência e crueldade. A National Commission for the Protection of Child Rights na Índia pediu ao Ministério da Informação e Tecnologia que acções tinham sido tomadas contra o jogo, em Março.

No estado do Gujarat, várias cidades anunciaram que o jogo estava mesmo suspenso. O comissário da Polícia de Rajkot justifica que «devido a estes jogos, a educação das crianças e jovens está a ser afectada e estão também a ser afectados o comportamento, os modos, o discurso e o desenvolvimento», cita o BuzzFeed.

Segundo a polícia de vários estados da Índia, quem fosse apanhado a jogar seria preso, multado e sujeito à legislação criminal indiana. As autoridades pediam ainda que as pessoas ligassem para as esquadras mais próximas, caso vissem alguém a jogar.

Em menos de uma semana, a proibição de jogar PUBG foi anunciada em mais estados do Gujarat, com as mesmas punições. Há relatos de que a partir da segunda semana, vários jogadores foram apanhados em flagrante e presos.

Na Índia, o rápido progresso tecnológico tem causado estes momentos de histeria nacional, como é o caso com os rumores fatais que se espalham pelo WhatsApp, o rápido aumento nos casos de assédio nas redes sociais e as perigosas campanhas de desinformação.

No caso dos videojogos, a tendência para o mobile, aliada às melhores condições de acesso à Internet e ao baixar do preço dos smartphones, faz com que cada vez mais jovens indianos tenham jogos ao seu dispor. Souvik Mukherjee, que lecciona na Kolkata’s Presidency University, explica que o gaming é um «fenómeno crescente e que está a começar a ter um impacto cultural sério».

PUBG Mobile rendeu, até agora, 349 milhões de dólares. A Bluehole lançou o título para PC e Xbox One em 2017, mas a Tencent publicou a versão free-to-play em 2018, altura em que a popularidade na Índia explodiu.

 

Exame Informatica


Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 63,6 64,83
ZAR 4,56 4,65
EUR 71,57 72,96

11.04.201Banco de Moçambique