Assaltos apavoram taxistas

Ser taxista exige coragem, sobretudo à noite. De dia há que enfrentar o tráfego cada vez mais louco das cidades. À noite, para além do frio e do sono, há que contar ainda com gente de má candura. Fala-se de assaltos, agressões e burlas. Há gente que, fingindo precisar dos serviços de táxi, tem como objectivo final roubar!

Taxistas que operam em diver-sas praças do país têm sido vítimas de assaltos violentos e um tanto curiosos. Os melian-tes solicitam serviços de táxi como qualquer cliente e pedem para se-rem transportados a um determinado ponto. Entretanto, durante o trajecto, os criminosos desferem golpes violen-tos, em geral usando armas brancas, contra aqueles profissionais, e levam a receita diária, os telefones celulares e outros bens. 

 

Leia mais

Editorial

Pacto Polícia-povo
domingo, 13 agosto 2017, 00:00
O nosso país tem passado por diferentes conjunturas que embaraçam o sentido da paz. A guerra amortecida em 1992, através da assinatura dos Acordos de Paz, a 4 de Outubro, é... Leia Mais

Versão-Impressa


Opinião

Desporto

Nacional

Breves

Sociedade

Reportagem

Cultura

Em foco

Temos 327 visitantes em linha

Banca de Jornais

Sociedade do Noticias
  • EconomiaEconomia
  • CulturaCultura
  • DomingoDomingo
  • DesafioDesafio
  • NotíciasNoticias

Conselho de Administração

Bento Baloi Presidente

Rogério Sitoe Administrador

Cezerilo Matuce Administrador