O sistema educacional moçambicano não permite que alunas grávidas estudem no curso diurno, sobretudo nas escolas públicas. domingo fez-se à rua para perceber dos leitores o que pensam sobre esta decisão.

É injusto

‒ Éster Monjane, reformada

É injusto mandar as meninas para a noite. Elas sentem-se excluídas e muitas vezes desistem de estudar, por não serem incentivadas a ir à escola afinal, num momento em que carregam um bebé no ventre. Veja-se que amamentar e estudar à noite não é fácil nem para uma mulher madura, imagina para uma criança. 

É preciso uma outra forma de mostrar aos demais alunos que não é bom engravidar cedo, mas não se deve mandar as meninas grávidas para o curso nocturno. 

Leia mais...

 


Pub

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 59,96 61,15
ZAR 4,17 4,25
EUR 68,7 70,06

19.10.201Banco de Moçambique

Mais lidas