WHATSAPP e FACEBOOK: Insensatez “mata” nas redes sociais

Texto de Belmiro Adamugy
belmiro.adamugy@snoticicas.co.mz

O fenómeno das redes sociais é relativamente novo entre nós, mas os estragos que causa são imensuráveis. Diariamente somos confrontados com “notícias” disto e daquilo. Partilham-se informações que, ao invés de iluminarem-nos, fazem tanto mal. Mata-se ao desbarato. Destroem-se lares. Ajustam-se contas. Enfim, há um distanciamento cada vez maior entre o aceitável e o razoável.

É a própria mente de um homem, e não seu inimigo ou adversário, que o seduz para caminhos maléficos, ensina Buda. E é verdade. Muitos partilham informações que sabem causar mais danos do que a bomba atômica sob o escudo de “partilha”. Recebi e limitei-me a partilhar. Dizem. Com isso, tal como Pilatos, lavam a consciência e conclamam inocência. A sabedoria africana reza que não há actos grandes ou actos pequenos!

Com a expansão e facilitação do acesso à internet nos últimos anos, as actividades e práticas ilegais também aumentaram. Seja utilizando a internet como instrumento ou apenas praticando os actos ilegais em “sites” e redes sociais, os crimes cibernéticos estão por toda parte e entender o que são é fundamental para evitar e impedir essas práticas.

Afinal o cenário é preocupante. Todos os dias somos colhidos com informações sobre a morte de pessoas; sobretudo são notícias dando conta do passamento de figuras públicas. Recentemente “mataram” a ex-apresentadora de televisão Segelina Felipe. Também “mataram” o pai de Filimone Meigos, escritor e timoneiro do Instituto Superior de Artes e Cultura (ISARC). Antes mataram muitas outras pessoas. O cantor Ta-Basily já foi “assassinado” várias vezes. Fizeram-se montagens com o rosto da Neyma. Aliás, continuam a “matar-se” pessoas nas redes sociais com uso recorrente do “WhatsApp”.

Leia mais...

Editorial

Assim também não!
domingo, 22 abril 2018, 00:00
Começa a ser preocupante a maneira como gente estranha ao sector da Saúde, vezes sem conta, passeia-se à vontade, nas nossas unidades sanitárias; sobretudo quando estas... Leia Mais

Versão-Impressa


Opinião

Desporto

Nacional

Breves

Sociedade

Reportagem

Cultura

Em foco

Temos 464 visitantes em linha

Banca de Jornais

Sociedade do Noticias
  • EconomiaEconomia
  • CulturaCultura
  • DomingoDomingo
  • DesafioDesafio
  • NotíciasNoticias

Conselho de Administração

Bento Baloi Presidente

Rogério Sitoe Administrador

Cezerilo Matuce Administrador