O presidente da Renamo, Ossufo Momade, assegurou terça-feira que serão em breve entregues as listas do seu pessoal a integrar na Polícia da República de Moçambique (PRM), um passo considerado de grande alcance, no quadro do processo de desarmamento, desmobilização e reintegração dos homens armados do seu partido, com vista a acelerar a implementação do Memorando de Entendimento, assinado por si e o Presidente da Republica, Filipe Jacinto Nyusi, a 6 de Agosto do ano passado.

A selecção dos efectivos armados da Renamo a serem integrados nas unidades da PRM, seguir-se-a, segundo o cronograma na posse do domingo, a submissão ao competente treino especializado dos que forem enquadrados, por um período estimado em 55 dias.

Trata-se duma fase anterior aquela que dara lugar a considerada crucial do processo que incluirá processos técnicos de registo, identificação, monitoria da posse de armas, colecção, arrecadação, retirada e destruição ou outro destino acordado.

Leia mais...

Pub

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 63,6 64,83
ZAR 4,56 4,65
EUR 71,57 72,96

11.04.201Banco de Moçambique

Quem está Online?

Temos 262 visitante(s) ligado(s) ao Jornal

+ lidas