O sresultados definitivos das V eleições autárquicas de 10 de Outubro corrente, divulgados pela Comissão Nacional das Eleições (CNE), quarta-feira passada, indicam que o partido Renamo não ganhou em nenhum dos cinco municípios da província de Sofala, tida como seu bastião.

Os dados do apuramento geral apontam, com efeito, que a Frelimo obteve 1.160.017 votos (51,78 por cento), Renamo 871.384 (38,90 por cento) e o Movimento Democrático de Moçambique (MDM) 190.357 votos (8,50 por cento).

A história da Renamo diz claramente que nasceu, cresceu e estabeleceu-se na província central de Sofala, antes de se expandir pelo país (Sul e Norte), através de acções político-armadas.

O quadro das últimas eleições municipais revela, nomeadamente, que a capital provincial, Beira, vai ser gerida pelo Movimento Democrático de Moçambique (MDM), que venceu as eleições com uma percentagem de 45,77%, seguido pela Frelimo, com 29,26 %, e a Renamo, 24,57 %, o que vai resultar que cada um terá no Conselho Autárquico 22, 14 e 12 membros, respectivamente.

Leia mais...

Pub

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 59,96 61,15
ZAR 4,17 4,25
EUR 68,7 70,06

19.10.201Banco de Moçambique