Crise como factor de unidade nacional(3)

Quem não leu os primeiros dois números e não tem possibilidade de os achar, corre o risco de não entender a sequência. Mas está autorizado.

Até aqui estávamos a falar da crise financeira internacional, aquela que afectou os grandes bancos, os grandes (economicamente) países. Aquela que obrigou a que todas as nações chorassem, e, mesmo assim, em opinião sincera da minha parte, não assustava a maior parte do nosso país, porque nunca não viveu em crise.

Se aquela não assustou, pode assustar a forma assustadora como esta vigente está a ser assustadoramente apresentada aos olhos de quem vive o país desde que ele existe como soberano.

Não se compreende que no ano em que a produção chegou a níveis esmagadoramente superiores e o Moçambique real está triste por não ver os seus produtos a serem comprados a preços justos e escoados para os centros que disso esperam para a sua sobrevivência… seja exactamente aqui onde se fala de crise.

Falamos de crise num país que há três ou quatro anos passou a ter mais estradas e pontes em regiões nunca antes lembradas, quando já se anda em asfalto de Nampula a Malema, de Pemba a Palma, quando a Zambézia se atravessa em três horas de tempo, pelo menos pela sua principal espinha dorsal…

Pedro Nacuo

nacuo49nacuo@gmail.com

Editorial

Fechar a cadeia de valor da agricultura
domingo, 29 outubro 2017, 00:00
Como manda a praxe, foi lançada, semana passada, a campanha agrária 2017-2018, numa cerimónia havida num dos distritos mais produtivos da província de Maputo – Moamba. A... Leia Mais

Versão-Impressa


Opinião

Desporto

Nacional

Breves

Sociedade

Reportagem

Cultura

Em foco

Temos 449 visitantes em linha

Banca de Jornais

Sociedade do Noticias
  • EconomiaEconomia
  • CulturaCultura
  • DomingoDomingo
  • DesafioDesafio
  • NotíciasNoticias

Conselho de Administração

Bento Baloi Presidente

Rogério Sitoe Administrador

Cezerilo Matuce Administrador