“Cuidado com falsos profetas! Eles chegam disfarçados de ovelhas, mas por dentro são lobos selvagens” ‒ Mateus 7:15

Ainda em memória do meu amigo falecido em Lichinga no último fim- -de-semana de Janeiro passado, vítima dum brutal acidente e para benefício de quem porventura não saiba, devo esclarecer que o nome próprio dele era efectivamente FAZAL, sem “i” no meio. E ele fazia questão de sublinhar esse facto: FAZAL não FAIZAL. E eu assino por baixo porque o conheci assim desde a infância. Que a sua alma e a da sua (dele) mulher descansem em paz! E, sobre o assunto que encima o título desta lucubração, fico com a impressão que hoje mais do que nunca a superstição comanda a vida de muita gente. Como assim!? É que noto que muitas pessoas acham que só vive e se sente bem protegida seguindo as mezinhas do curandeiro ou usando a água benzida pelo profeta (bispo, pastor ou quejando). Sem essas prescrições, a vida dessa gente não segue directo. Poucos confiam na sua auto-estima. Os exemplos são muitos: pelo mundo fora, encontramos políticos que se fazem às suas populações acenando-as de lencinho branco na mão e ou usando chapéu de abas largas (tipo cow boy). Cá entre nós, reconhecemos políticos que efectuam campanhas eleitorais durante mais de 45 dias vergando a mesma camisa; cantoras que antes de fazerem ecoar as suas vozes primeiro viram-nos as costas e brindam-nos com movimentos pélvicos dos seus volumosos traseiros; apresentadores de telejornais que agarram na mão uma caneta fechada, do princípio ao fim sem a utilizar; por aí adiante.

Texto: Kandiyane Wa Matuva Kandiya

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. 

Leia mais...


Pub

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 59,96 61,15
ZAR 4,17 4,25
EUR 68,7 70,06

19.10.201Banco de Moçambique