Tornar o distrito de Inharrime centro de oportunidade de negócios (mandioca, frutas, peixe e gado bovino), agro- processamento e ponto de referência para investimento turístico num ambiente de segurança e bem-estar”.

“Então a resposta é que Deus abençoará a Terra e no sexto ano ele produzirá colheitas que serão suficientes por três anos” Levítico 25:21

Foi com o lema acima indicado que na passada sexta-feira,dia 14 de Setembro, na minha habitualmente pacata vila de Inharrime, diversas personalidades provenientes de vários quadrantes do país e não só, dirigidas pelo mais alto dignitário da província de Inhambane, sentaram-se à mesma mesa com o objectivo de encontrar formas de lapidar a gema que é o distrito de Inharrime. Fadado pela Mãe-natureza, o distrito é um dos que ocupam lugares de prestígio a nível do país, quer pela sua localização geográfica (atravessado pela Estrada Nacional Número Um “N1” numa extensão de 50 km.), quer pela riqueza do seu solo e subsolo: banhado por um conjunto de quatro rios, vinte e duas lagoas e onze nascentes que alimentam as suas terras com águas a escoarem-se de forma perene em todo o período do ano, férteis e aptas para prática de agricultura, piscicultura, e o pastoreio, para além da exploração faunística, florestal e pesca artesanal, bem como condições naturais para construção de represas de água para a irrigação. Para “nossoutros”, foi o terceiro acontecimento festivo em que tivemos o privilégio de testemunhar. 

Por Kandiyane Wa Matuva Kandiya
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.
Pub

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 59,96 61,15
ZAR 4,17 4,25
EUR 68,7 70,06

19.10.201Banco de Moçambique

Mais lidas