“Os que vão passando zombam de ti, sacodem a cabeça, dão risadas e perguntam: é esta cidade que era chamada de beleza perfeita? É este o orgulho do mundo inteiro?” – Lmções. 2:15

Fazia um bom tempo que não nos expunhamos ao ensolarado céu da comuna de Tete, cidade réplica de Canaã de Galileia, terra farta que no tempo do lendário e paciente Abraão localizava- se naquilo que se chamava Crescente Fértil, uma região situada entre o Oriente Médio (vales dos rios Tigre e Eufrates) e nordeste da África (vale do rio Nilo). Fértil porque já naquele tempo produzia frutas e mel, entre outros alimentos, que deram àquela terra uma referência de “terra que mana leite e mel”. A cidade de Tete hoje também é assim. Sem falarmos dos distritos de Tsangano e Angónia, verdadeiros celeiros da província, olhando somente para esta urbe, apesar de fustigada por altas temperaturas, não deixa de ser terra de delícias, desde a famosa carne de cabrito com o seu saboroso N’Khongwa, do suculento e afrodisíaco “Yougurt” feito do fruto do embondeiro conhecido por Malambe ao delicioso Peixe Pende, que depois de seco transforma-se num saboroso bacalhau à moda moçambicana com o nome de Txikowa. Contudo, não nos devemos distrair, esquecendo que Tete é também terra do enorme e perigoso lagarto conhecido por crocodilo, réptil de uma sagacidade extraordinária, sempre presente nas margens do rio Zambeze.

 

Por Kandiyane Wa Matuva Kandiya

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.
Pub

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 58,6 59,76
ZAR 4,06 4,14
EUR 67,41 68,76

21.08.201Banco de Moçambique