“Haverá homens amantes de si mesmos… sem afecto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis e sem amor para com os bons. Não irão porém avante” 2Tm 3:1-9

Um dia durante a minha adolescência, um amigo que sabia o quão eu era hospedeiro duma repulsa horrível e inexplicável aos répteis, em particular os crocodilos e lagartos, pegou num daqueles bichanos preguiçosos e logo o camaleão e, sorrateiramente, em jeito de quem me abraçava, colocou-o nas minhas costas. Virando-se depois para mim, pôs-se a correr gritando “Kandiyane, tens um camaleão nas costas”. Tentei livrar-me do animalesco mas ele estava grudado à minha camisa. Como era daquelas camisas sem botões, tipo camiseta, rasguei-a e a atirei em direcção ao meu “amigo”, juntamente com o bicho que continuava coladinho a ela. A partir daí, o meu repúdio aos camaleões cresceu em mim de tal modo que nunca mais perdoei aquele meu “amigo” que sempre vi-o também como um camaleão: falso e traiçoeiro. Mas, como o destino muitas vezes apronta cada uma, já adulto, dissequei tantos daqueles animalejos ensinando a disciplina de Biologia durante 11 (onze) consecutivos anos. E, para o benefício das pessoas que nasceram nas cidades e nunca viram nem uma lagartixa muito menos um camaleão, permitam-se que os introduza, ao repulsivo “mostrenguinho”, bem assim como ao seu respectivo habitat. Conforme a língua de cada região desta Pérola do Índico, alguns chamam-no de nyafakande, nyakhafandre, luvane, lompfane namariyane enakatandewa. Este lagarto é muito parecido com uma gala-gala, também conhecida por Agama-de-Cabeça-Vermelha

Kandiyane Wa Matuva Kandiya
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

Pub

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 58,6 59,76
ZAR 4,06 4,14
EUR 67,41 68,76

21.08.201Banco de Moçambique