GOVERNO DEVIA AJUDAR “MOÇAMBOLA”

Texto de Custódio Mugabe

custodio.mugabe@snoticicas.co.mz

À semelhança do sucedido nos últimos anos, a Liga Moçambicana de Futebol (LMF) está a fazer um verdadeiro jogo de cintura para garantir a logística financeira do “Moçambola”, encarecido devido ao transporte aéreo e novas taxas introduzidas pelas Linhas Aéreas de Moçambique, um dos parceiros da LMF.

 

Nos acordos celebrados, anualmente, entre a LMF e as LAM, a transportadora patrocina o campeonato através da redução do custo das passagens, pelo que, muito dinheiro disponibilizado por empresas como CFM ou Sdandard Bank, é aplicado no transporte aéreo dos clubes.

No caso concreto do ano passado, a Liga Moçambicana de Futebol encontrou nas transmissões televisivas, através do contrato de patrocínio com a Zap, uma fórmula para garantir o campeonato, numa altura em que empresas como EMOSE, ENH ou mcel revelavam-se impotentes para continuar a fazer a sua parte devido à conjuntura económica nacional e internacional.

A LMF sentiu que vale a pena continuar a fazer o negócio das transmissões televisivas e, em finais do ano passado, lançou um concurso público para que canais nacionais e internacionais submetessem as suas propostas mediante o caderno de encargos disponibilizado. 

Leia mais...

Editorial

Carreiras dos professores primários e secundários
domingo, 07 janeiro 2018, 00:00
Decididamente, 2018 poderá ser ano memorável para os professores dos ensinos primário e secundário, com a introdução, em breve, de carreiras profissionais, medida... Leia Mais

Versão-Impressa


Opinião

Desporto

Nacional

Breves

Sociedade

Reportagem

Cultura

Em foco

Temos 524 visitantes em linha

Banca de Jornais

Sociedade do Noticias
  • EconomiaEconomia
  • CulturaCultura
  • DomingoDomingo
  • DesafioDesafio
  • NotíciasNoticias

Conselho de Administração

Bento Baloi Presidente

Rogério Sitoe Administrador

Cezerilo Matuce Administrador