CASAMENTOS PREMATUROS: Não somos dinheiro para pagamento de dívidas

Crianças da região centro do país querem que o governo continue a trabalhar afincadamente para eliminar os casamentos prematuros e gravidezes precoces, principalmente nas comunidades rurais.

Nalgumas zonas rurais, muitas crianças são usadas para o pagamento de dívidas contraídas pelos próprios pais e encarregados de educação; Outros simplesmente entregam as crianças a pessoas adultas para servirem de esposas como forma de se aliviarem da pobreza na família, sendo importante, por isso mesmo, o envolvimento de todos para travar este mal. 

 

Por Domingos Boaventura

 Leia mais...

Editorial

Reajuste tarifário de energia impõe-se há anos
domingo, 20 agosto 2017, 00:00
A Electricidade de Moçambique (EDM) anunciou o ajustamento de tarifas de energia eléctrica e sustenta a pertinência desta medida com a justificativa de que está sem fundos para... Leia Mais

Versão-Impressa


Opinião

Desporto

Nacional

Breves

Sociedade

Reportagem

Cultura

Em foco

Temos 316 visitantes em linha

Banca de Jornais

Sociedade do Noticias
  • EconomiaEconomia
  • CulturaCultura
  • DomingoDomingo
  • DesafioDesafio
  • NotíciasNoticias

Conselho de Administração

Bento Baloi Presidente

Rogério Sitoe Administrador

Cezerilo Matuce Administrador