SAÚDE : Farmacêuticos em assembleia geral

A Associação de Farmacêuticos de Moçambique (AMOFARMO) realizou, na passada quinta-feira, na capital do país, a sua primeira assembleia geral, cujo objectivo era, entre outros, fazer o balanço das actividades realizadas ao longo do ano passado e eleger novos membros para o Conselho Fiscal.

O marco importante de 2016, segundo Lucian Pierre, presidente da AMOFARMA, foi o contributo que a classe deu nos trabalhos conduzidos pelo Ministério da Saúde (MISAU) para a elaboração da nova Lei do Medicamento.

Ainda no decorrer do ano transacto e por ocasião do Dia Internacional do Farmacêutico, a AMOFARMA realizou uma feira de saúde no Hospital Central de Maputo e no Hospital Geral de Mavalane e marchas nas províncias de Sofala e Nampula. 

No âmbito da troca de experiências para o melhor desempenho da classe, representantes da AMOFARMA deslocaram-se à Índia e participaram num congresso em Portugal.

Para 2017, segundo Lucian Pierre, a meta da associação é adquirir ou construir instalações de raiz para acolher a sede da organização, aumentar o número de membros, porque, sendo acima de quatrocentos em todo o país, estão filiados pouco mais de quarenta, maioritariamente formados no país.

Lucien Pierre acrescentou que outro desafio para o ano em curso é o incremento da cooperação associativa com os farmacêuticos de Angola e Portugal.

De referir que farmacêuticos portugueses têm tido contactos regulares com os moçambicanos e, ao longo de anos, docentes daquele país têm ministrado aulas nas instituições do ensino superior do país, como ISCTEM, UNILÚRIO, entre outras.

DIVULGAR

A PROFISSÃO

Os membros da AMOFARMA reconheceram na ocasião que precisam de trabalhar mais na divulgação da profissão porque além de conhecedores do mecanismo de acção dos medicamentos, interacção medicamentosa, efeitos secundários, entre outros itens, são o último elemento de ligação com o paciente depois de este ser visto pelo médico.

O farmacêutico não vende medicamento, dispensa medicamento”, afirmaram em uníssono.

Na assembleia geral da quinta-feira estiveram presentes alguns dos decanos da profissão no país, casos de Renato Ronda, Elizabeth Banqueiro e Joel Napita.

Editorial

Reajuste tarifário de energia impõe-se há anos
domingo, 20 agosto 2017, 00:00
A Electricidade de Moçambique (EDM) anunciou o ajustamento de tarifas de energia eléctrica e sustenta a pertinência desta medida com a justificativa de que está sem fundos para... Leia Mais

Versão-Impressa


Opinião

Desporto

Nacional

Breves

Sociedade

Reportagem

Cultura

Em foco

Temos 279 visitantes em linha

Banca de Jornais

Sociedade do Noticias
  • EconomiaEconomia
  • CulturaCultura
  • DomingoDomingo
  • DesafioDesafio
  • NotíciasNoticias

Conselho de Administração

Bento Baloi Presidente

Rogério Sitoe Administrador

Cezerilo Matuce Administrador