CRIMINALIDADE: Relação entre nora e sogro leva a homicídio

Um cidadão residente no povoado de Machaniça, localidade de Belane, na província de Inhambane matou o seu próprio pai, há dias, por questões passionais.

De acordo com dados avançados pela Polícia da República de Moçambique (PRM), o autor do crime declarou que possuía provas da existência de uma relação extra-conjugal entre o seu progenitor e a nora, portanto, sua mulher, entretanto, ressalvou que não tinha a intenção de pôr termo à sua vida, mas sim de o torturar de maneira a “chamar a sua atenção para não se relacionar amorosamente com as noras”.

A PRM, através de Simão Machava, revelou que o finado, cuja idade é desconhecida, foi morto à paulada, informação que chegou às autoridades graças à denúncia da população.

Depois de receber a queixa, a Polícia encentou buscas que culminaram com a neutralização do suposto criminoso que já se encontra nas mãos da PRM.

 

texto de Aminosse Moisés

 

 

Pub