O Ministério da Educação e Desenvolvimento Humano co­meça a implementar a partir de Agosto o novo modelo de forma­ção de professores do ensino pri­mário, que passa a ser 12 + 3 anos.

O modelo foi aprovado pelo Governo de modo a garantir a melhoria da qualidade tanto de ensino, bem como do desempe­nho dos próprios professores.

Numa primeira fase, os cur­sos serão ministrados em apenas 19 instituições de formação de professores, distribuídas nas três regiões do país, nomeadamente Sul, Centro e Norte.

De referir que existe no país um total de 38 centros de forma­ção, dos quais 27 são institutos de Formação de Professores e 11 escolas de Professores do Futuro. A introdução do novo modelo de formação nessas instituições será de forma gradual, até 2022.

No presente ano será admitido um total de 1700 candidatos que serão distribuídos nos diferentes estabelecimentos seleccionados para a formação. O novo modelo tem algumas inovações como a introdução do ensino para pes­soas com necessidades educati­vas especiais.

Leia mais...