Porrazões diversas, desde religiosas, associadas à imagem e até à chantagem, número considerável de cônjuges desavindos e separados mantém vínculos matrimoniais civis indissolúveis por longos anos. Só se dão conta do prejuízo dessa indefinição e manutenção legal de uma ligação desfeita quando pretendem contrair dívidas nos bancos onde se deparam com a exigência da certidão de casamento, num processo que embaraça sobretudo aqueles que estão em novo relacionamento.

Destaca-se, também, a questão da protecção do património acumulado no período de separação, mas na vigência de casamento oficial. A ideia geral que as pessoas têm é de que o processo de divórcio é difícil e complicado. domingo foi ao encontro das entidades oficiais para apurar a realidade.Talvez seja por isso que existe contraste entre muitos divórcios e as baixas cifras, de facto, de rompimentos legais quando comparados com o crescimento de enlaces matrimoniais oficiais.

 

 

Texto de Francisco Alar

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.
Pub

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 63,6 64,83
ZAR 4,56 4,65
EUR 71,57 72,96

11.04.201Banco de Moçambique

Quem está Online?

Temos 224 visitante(s) ligado(s) ao Jornal

+ lidas