Os farmacêuticos, reunidos sexta-feira, em Maputo, no seu primeiro congresso Maputo, recomendaram reformas na formação dos técnicos do sector, como forma de melhorar a administração dos fármacos, evitando desta forma consequências nefastas para a saúde das pessoas.

Sob o lema “Farmácias e Farmacêuticos, Unidos pelas pessoas” o I Congresso foiorganizado pela Associação dos Farmacêuticos de Moçambique (AFARMO) e foi uma oportunidade para homenagear o Prof. Doutor Ivo Garido, pelo seu contributo para a área de farmácias no país.

Durante o congresso, os participantes reconheceram que um dos problemas dos seus associados tem a ver com a diferença dos currículos entre as várias instituições de formação.

Leia mais...

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 63,6 64,83
ZAR 4,56 4,65
EUR 71,57 72,96

11.04.201Banco de Moçambique

Quem está Online?

Temos 454 visitante(s) ligado(s) ao Jornal

+ lidas