Os professores pretendem transformar a actual Organização Nacional dos Professores (ONP) em Sindicato Nacional dos Professores. A direcção da Organização estabeleceu o ano de 2019 como limite para a legalização da nova agremiação.

Os professores entendem que sindicalizados terão a possibilidade de apresentar as suas preocupações directamente ao Governo, sem o auxílio de nenhuma outra entidade, contrariamente ao que vem acontecendo desde que a ONP foi criada, em 1981. Refira-se, portanto, que, até aqui, a maior parte das inquietações daquela organização chega ao Governo através da Organização dos Trabalhadores de Moçambique, o que se entende não ser a via ideal.

O desejo vem na sequência da aprovação da lei 18/2014, que regula a sindicalização na Função Pública.

Mas a lei determina a reforma dos estatutos, de forma a adequá-los aos requisitos da lei de sindicalização. E mais: para a oficialização do sindicato, será preciso ter o registo de 5 por cento dos 135 mil professores, o que ainda constitui uma dificuldade para a ONP. Outro aspecto a ter em conta é que a maior parte destes profissionais diz não ter condições financeiras para tratar os documentos exigidos, conforme deu a conhecer o secretário-geral, Francisco Nogueira.

Texto de Abibo Selemane

Leia mais...

 

Pub

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 59,96 61,15
ZAR 4,17 4,25
EUR 68,7 70,06

19.10.201Banco de Moçambique

Quem está Online?

Temos 172 visitante(s) ligado(s) ao Jornal