- Ministério do Trabalho surpreende a empresa RSM Moçambique quando ensaiava a colocação de 12 jovens moçambicanos na Nigéria
 

Emplena cidade de Maputo, a capital do país, operava clandestinamente uma agência privada de emprego, recentemente desmascarada quando ensaiava o envio de 12 jovens moçambicanos para uma alegada colocação na Nigéria.

Designada RSM, Moçambique Lda., não possuía nenhuma licença para operar no país como empresa e menos ainda como agência recrutadora e de colocação de mão-de-obra no estrangeiro.

A descoberta foi feita recentemente por uma brigada da Inspecção-geral de Trabalho, ao nível da cidade de Maputo, que apurou que para além da infracção de recrutamento e colocação de mão-de-obra sem a devida autorização do ministro que superintende a área do trabalho, a empresa RSM adicionou a componente de formação tendo como finalidade a colocação dos referidos cidadãos nacionais na formação no estrangeiro.

Fernão Wane, inspector do Ministério do Trabalho e Segurança Social, disse ao domingoque estava prevista para o passado dia 27 de Agosto a saída de um grupo de 12 jovens moçambicanos para a Nigéria, o que constitui, segundo as autoridades, um atropelo às leis vigentes em Moçambique que referem o seguinte: “O exercíciode actividade das AgênciasPrivadas de Emprego sem odevido licenciamento constituitransgressão punida com o encerramentoe aplicação de umamulta graduada entre cinco e 10salários mínimos nacionais vigentesno sector de actividadesde serviços não financeiros”.

 
Texto de Bento Venâncio
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.
Pub

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 59,96 61,15
ZAR 4,17 4,25
EUR 68,7 70,06

19.10.201Banco de Moçambique

Mais lidas