Nasceu em Inharrime, província de Inhambane, mas cedo foi a Cabo Delgado e lá cresceu, antes de entrar na Rádio Moçambique, em 1975. Edmundo Galiza Matos acaba de regressar àquela província nortenha, muito precisamente ao distrito setentrional de Palma, onde, dentre alguns projectos que a reforma sugeriu, voltou a uma rádio. Sabem qual? Comunitária!

Em entrevista exclusiva ao domingo um dos nomes sonantes e decano do jornalismo moçambicano confessa: Renasci!

Perguntámo-lo da razão porque rumou de novo para o extremo norte do país e, logo, para uma rádio comunitária:

O projecto da Rádio Comunitária abriu em Abril do ano passado, apoiada pela petrolífera Anadarko em termos técnicos, equipamento, mas tudo o resto, incluindo o recrutamento do pessoal esteve sob a responsabilidade do governo distrital. Eu tenho estado a ajudar em termos, sobretudo, na produção de conteúdos, falo de programas de toda a espécie. Quando a petrolífera alarga o seu apoio à produção de conteúdos e a formação dos jovens que, diga-se, muitos deles nunca tiveram o contacto com rádio, microfone, sei lá, tal como foi no nosso tempo quando entrámos para a profissão. Então, eu ofereço-me.

Edmundo diz que o projecto lhe cativou, negando a nossa insinuação de que tivesse terrenos por lá, como muitos cidadãos que correram para Palma logo que as buzinas dos hidrocarbonetos tocaram…

Texto de Pedro Nacuo
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.
Pub

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 58,6 59,76
ZAR 4,06 4,14
EUR 67,41 68,76

21.08.201Banco de Moçambique